Como conquistar a confiança em si mesmo?

Como conquistar a confiança em si mesmo?

A alumni de Farmácia, Raquel Medeiros Pereira, descobriu um caminho para conquistar competências e habilidades socioemocionais, além das técnicas essenciais para o exercício de sua profissão

Cadernos, blocos de anotações, marca-textos, livros, apostilas, todo esse universo escolar pode ser um desafio para muitas pessoas desde a infância até à idade adulta, mas não para a alumni

RAQUEL MEDEIROS PEREIRA.

“Sempre me vi estudando, já saí do ensino médio e consegui diversas bolsas pelo ProUni e SISU. Desde pequena, minha mãe e irmãs sempre foram estudiosas e me deram esse exemplo a seguir”, conta a ex-aluna da UniFAJ.

Porém, para ela, o problema era outro: a falta de autoconfiança.

MAS O QUE É ACREDITAR EM SI MESMO?

É a convicção que uma pessoa possui de ter capacidade para fazer ou realizar algo, ou ainda; ter crença em si mesmo, em suas próprias qualidades; confiar em si próprio; ter segurança em si mesmo e nas suas próprias habilidades.

Ao longo do caminho Raquel conquistou isso. Confira a seguir!  

 

OS PRIMEIROS PASSOS RUMO À AUTOCONFIANÇA

A princípio, dentre todas as alternativas que tinha, Raquel optou pelo curso de Farmácia na UniFAJ pela proximidade com sua casa, mas durante a graduação foi descobrindo, que muito além da localidade, fez a melhor escolha.

“Sinceramente, escolhi Farmácia, porque foi uma das bolsas que consegui que era mais próxima de casa (e a bicho do mato não queria me mudar para longe haha). Mas, assim que ingressei no curso, vi que era exatamente o que eu buscava: um curso humanizado, com aquela pontinha de cientista maluca e muito focado em servir saúde, fosse de forma direta ou não”, destaca a alumni.

E essa convicção foi se renovando a cada dia. “Pela boa fama que ela [UniFAJ] tinha na região, escolhi com a certeza de que aprenderia tudo o que precisava para ser uma boa profissional”, enfatiza.

FOTO 2_500x500px_foto-2 (1) (1)

A alumni Raquel com uma colega de curso durante atividades na Farmácia Viva da UniFAJ

 

 

A DECISÃO QUE MUDOU SUA VIDA      

Para a alumni de Farmácia estudar foi o caminho certeiro para conquistar a técnica essencial para o exercício da profissão e também para desenvolver competências e habilidades socioemocionais para realizar seus sonhos e alcançar seu objetivo de vida.

“Estudar me deu a confiança que precisava para seguir adiante. Sempre fui muito indecisa, muito insegura nas minhas atitudes. Apenas quando segui meus estudos que comecei a reconhecer em mim mesma a capacidade de aprender coisas novas”, revela Raquel.

FRASE 1_olho-materia_1 (1) (1)

 

A MUDANÇA DA VISÃO DE SI MESMA

O aprendizado que foi adquirindo ao longo de sua jornada influenciou tanto sua vida profissional como sua vida pessoal e, consequentemente, sua visão de si mesma.

“Pessoalmente, vejo que tudo que aprendi me deu mais aquela confiança que eu precisava para me reconhecer como alguém capaz. Lógico que o aprendizado não foi apenas “educacional”, amadureci muito também entre as idas e vindas da faculdade, as chuvas tomadas, as noites sem dormir, etc.”, considera.

Raquel foi uma estudante dedicada e ativa, participou de programas voluntários; estágios na Farmácia Viva; UBS da Interclínicas e Hospital-Escola Veterinário da UniFAJ; palestrou sobre o curso; participou de três iniciações científicas e teve quatro artigos científicos publicados como autora e coautora; além de realizar apresentações em dois Congressos Nacionais de Iniciação Científica. Tudo isso foi fundamental para uma base sólida de aprendizado que a conduziu ao autoconhecimento.

Sobre isso, ela acrescenta: “E profissionalmente isso foi ainda mais estimulado, todo meu conhecimento técnico foi posto à prova e todo meu comprometimento com os estudos se tornou ainda mais evidente no âmbito profissional”.

FOTO 3_500x500px_foto-3 (1) (1)

Feliz, Raquel comemora a entrega de seu Trabalho de Conclusão de Curso

 

 

UM FUTURO CONFIANTE

Formada em 2018, Raquel atua como analista de garantia da qualidade indústria de medicamentos veterinários Farmabase. Lá, ela ingressou como estagiária no 4º ano de faculdade e logo foi efetivada.

“Formei-me há apenas dois anos e me sinto muito confiante devido todo meu aprendizado na UniFAJ. Vejo colegas que dificilmente ficam sem emprego e isso me conforta também por saber que tenho várias áreas a seguir, apesar de já ter uma área específica que adoro”, salienta a egressa.

Ainda hoje, a alumni busca outras competências socioemocionais, atitude essencial para quem deseja se desenvolver constantemente pessoal e profissionalmente. Ela considera que seu principal desafio é se adequar às mudanças.

“Sou uma pessoa muito apegada em rotinas e quando qualquer coisa foge do meu controle, me sinto frustrada e perdida. Então tanto para minha vida, quanto para minha carreira, meu maior desafio é ser mais flexível quanto aos imprevistos, sempre já estar preparada emocionalmente para não me frustrar”, avalia.

FRASE 2_olho-materia_2 (1) (1)

 

ORIENTAÇÕES DE QUEM APRENDEU A CONFIAR EM SI MESMA

A alumni ressalta que para seguir a área de Farmácia precisa gostar muito de química e que é necessário buscar uma faculdade onde o estudante se sinta confortável em pedir ajuda no que tiver dificuldade.

Por fim, ela orienta sobre o que fazer para se manter focado e motivados nos estudos, conciliando com vida pessoal e profissional. “Olha! É algo muito difícil mesmo. Foi preciso muita força de vontade e apoio dos meus familiares/amigos, pois eu não sabia se focava nos trabalhos/provas/TCC, se buscava aperfeiçoamento profissional ou se lavava o cabelo (risos). Então ter alguém que escutava meus desabafos e que deixava a janta pronta foi essencial para eu conseguir conciliar tudo isso”, diz.

“E claro, sempre focando que aquele era meu sonho maior: me formar. Sentia que minha vida só ia mesmo para frente depois do diploma, então isso me deu um ânimo a mais para conseguir concluir tudo”, finaliza Raquel.

 

Conheça outras histórias de alumnis:

 

Texto: Tatiane Dias – (MTB 67029)