Conselheiro do curso de Medicina de Indaiatuba lidera equipe de gestão da doação do Itaú Unibanco para o combate à Covid-19

Conselheiro do curso de Medicina de Indaiatuba lidera equipe de gestão da doação do Itaú Unibanco para o combate à Covid-19

Além do Dr. Paulo Chapchap, diretor-geral do Hospital Sírio-Libanês, integram o grupo mais seis especialistas em saúde que são profissionais de destaque no Brasil. Entre eles Dr. Gonzalo Vecina Neto que já participou do Programa Fronteiras na Saúde organizado pela Medicina da UniMAX

 

O conselheiro consultivo do curso de Medicina da UniMAX – Centro Universitário Max Planck de Indaiatuba, Dr. Paulo Chapchap, foi nomeado líder da equipe que fará a gestão da doação de R$ 1 bilhão feita pela Itaú Unibanco para o combate à Covid-19 e seus efeitos sobre a sociedade brasileira. O médico é o atual diretor-geral do Hospital Sírio-Libanês, parceira na formação dos estudantes de Medicina de Indaiatuba.

Entre os integrantes da iniciativa denominada “Todos pela Saúde”, está o o ex-presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Dr. Gonzalo Vecina Neto, que fez diversas contribuições aos estudantes da UniMAX, tendo, inclusive, participado de uma edição do Programa “Fronteiras na Saúde” organizado pelo curso de Medicina de Indaiatuba.

Também fazem parte da equipe, o médico, cientista e escritor Drauzio Varella, o ex-diretor-presidente da Agência Nacional de Saúde (ANS) Maurício Ceschin, o consultor do Conselho dos Secretários de Saúde (CONASS) Eugênio Vilaça Mendes, o presidente do Hospital Albert Einstein, Sidney Klajner, e o presidente do Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP), instituição ligada à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Pedro Barbosa.

De acordo com a Fundação Itaú Unibanco a atuação da iniciativa se dará por meio de quatro eixos com intuito de informar sobre uso de máscaras, orientações sobre higiene, etc.; proteger a partir da distribuição de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) para profissionais da saúde e testes para a população; cuidar, apoiando gestores públicos, capacitando, monitorando casos, ampliando a capacidade de atendimento dos hospitais e comprando insumos e; retomar de forma segura às atividades sociais; entre outras ações.

 

Saiba mais sobre o assunto pela reportagem do G1 – Solidariedade S/A: conheça ações solidárias de empresas e empresários durante a pandemia

 

Texto: Tatiane Dias – (MTB 67029)

 Com informações: Saúde Business/Jovem Pan/G1