Estudantes de Psicologia do Grupo UniEduK participam de Encontro promovido pelo Grupo de Apoio à Adoção

Estudantes de Psicologia do Grupo UniEduK participam de Encontro promovido pelo Grupo de Apoio à Adoção

Tema do evento online organizado pelo Gapa foi “A Justiça, a infância e a adoção” e contou com a contribuição da juíza de direito da comarca de Jaguariúna, Ana Paula Colabono Arias

 

“A Justiça, a infância e a adoção” foi o tema do Encontro promovido pelo Gapa (Grupo de Apoio à Adoção) que contou com a participação de alunos do curso de Psicologia da UniFAJ (Grupo UniEduK). Anualmente, os alunos do 9º semestre da graduação realizam atividades de estágios no Grupo e em 2020, extraordinariamente, alunos do 8º semestre também tiveram a mesma oportunidade.

Na palestra, o assunto foi explanado por Ana Paula Colabono Arias, formada em Direito pela PUC (Pontifícia Universidade Católica de Campinas); juíza substituta da 54ª Circunscrição Judiciária; juíza titular da 2ª Vara Judicial de Jaguariúna desde 2009 e juíza colaboradora da Coordenadoria da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça de São Paulo desde 2012.

De acordo com informações do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, a palestrante discorreu sobre os desafios das Varas de Infância, as medidas protetivas oferecidas às crianças em situação de vulnerabilidade e quais são os caminhos pelos quais elas passam até chegar à possível adoção. A convidada interagiu com o público, formado em sua maioria por pretendentes à adoção e interessados no assunto, dirimindo dúvidas em linguagem acessível. Também interagiu com os estagiários, destacando a fundamental atuação do psicólogo nas questões pertinentes à Vara da Infância e Juventude.

“A participação da juíza foi uma ocasião de grande alegria para os integrantes do Gapa, pois a fundação do grupo e estabelecimento de convênio junto à UniFAJ para abertura desse novo campo de estágio teve sua atuação direta”, destaca a Psicóloga Judiciária Helem Sandra Albino. “O encontro foi muito rico e diverso, englobando várias questões, inclusive pontuais. Acredito que a principal mensagem destacada pela juíza tenha sido a da seriedade e respeito pela criança e adolescente como sujeito de direitos e a elucidação das questões que envolvem esse público no dia a dia da vara que ela chefia”, acrescenta.

Sobre a importância do estágio para os alunos, Helem destaca que: “Como professora e psicóloga judiciária em exercício na comarca, acredito que esta oportunidade de diálogo, para os alunos, foi marcante no sentido de ampliar sua compreensão sobre nossa área de atuação profissional. Desde a constituição cidadã de 1988 e a promulgação do ECA, em 1990, a participação do psicólogo junto à Justiça brasileira, a qual já era importante, consolidou-se ainda mais.  Quer na função de perito, assistente técnico ou servidor do poder judiciário, nossa função promove a inscrição da subjetividade das pessoas envolvidas nas questões jurídicas, auxiliando no embasamento das decisões judiciais”, conclui.

Assista na íntegra: “Encontro: A Justiça, a infância e a adoção”

 

Vestibular 2021

O Grupo UniEduK oferece mais de 25 opções de cursos diferentes nas áreas de Saúde, Humanas, Exatas, Tecnologia e Agronegócio. São cursos de graduação presencial e a distância, pós-graduação e cursos técnicos.

Inscreva-se: Vestibular 2021

 

Com informações: Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

Texto: Tatiane Dias – (MTB 67029)