Estudantes recebem conhecimento gastronômico cultural da Amazônia

Estudantes recebem conhecimento gastronômico cultural da Amazônia

Live “Bioma Amazônia” contou com a contribuição de Suzana Silveira, formada em Gastronomia pela Fimca de Porto Velho em Rondônia

 

O Brasil é tão rico em extensão territorial quanto na diversidade culinária. Para aproximar os estudantes de conhecimentos de outras culturas regionais, o curso de Gastronomia da UniFAJ – Centro Universitário de Jaguariúna – realizou a live “Bioma Amazônia” com a contribuição de Suzana Silveira, formada em Gastronomia pela Fimca (Faculdades Integradas Aparício Carvalho) de Porto Velho em Rondônia.

Suzana é paraense, mas mora em Rondônia há 15 anos. Ela vem de uma família de cozinheiros e sua avó era tacacazeira (como são chamadas as mulheres que vendem Tacacá na cultura local). Já formada, ela atuou como estagiária numa franquia vegetariana/vegana em Porto Velho e depois num dos mais famosos restaurantes na mesma cidade, onde assumiu o buffet do almoço e ajudou a criar uma mistura amazônica. “Foi mágico descobrir quanto coisa era possível fazer por meio apenas de vegetais, frutas, legumes e grãos! ”, conta.

Atualmente, ela atua como professora para turmas de gastronomia e alta cozinha. Em 2018, Suzana venceu o primeiro concurso Enchefs Rondônia com a criação de um prato 100% regional, o que lhe rendeu a indicação ao Prêmio Dolmã 2018. Em 2019, a profissional foi novamente indicada ao Prêmio Dolmã por meio do voto dos internautas.

Durante o evento online pela UniFAJ, a palestrante falou sobre produtos típicos da culinária da Amazônia; valorização do pequeno produtor; resgate das feiras livres; versatilidade de receitas com alimentos da região e um prato 100% amazônico.

Participaram da live, alunos do 3º semestre de Gastronomia da UniFAJ, alunos do instituto onde Suzana leciona e público em geral. “O tema é muito relevante para o curso de Gastronomia, traz conhecimento de produtos brasileiros nem sempre acessíveis a nossa região. Uma oportunidade de troca de experiências com chefs de outros estados”, salienta o coordenador do curso de Gastronomia, professor Sérgio Rischiotto.

 Saiba mais sobre: Gastronomia

 Texto: Tatiane Dias – (MTB 67029)

Foto: Arquivo Pessoal